JPP alega "falta de consideração" e abandona coligação Confiança na Câmara do Funchal

O partido Juntos Pelo Povo (JPP) anunciou a saída da coligação Confiança, que lidera a Câmara Municipal do Funchal, alegando "falta de consideração" pelo trabalho de deputado municipal e interferência de grupos económicos no governo camarário.

Em comunicado divulgado na segunda-feira à noite, o secretário-geral do partido, Élvio Sousa, explicou que a saída do grupo Confiança ficou a dever-se ao facto de a situação estar "cada vez mais insustentável", sendo que o deputado municipal se queixava de "ser preterido" nas suas sugestões e de "ser censurado" previamente ao nível das suas propostas.

A coligação Confiança passa agora a ser formada pelo PS, o BE, o PDR e o Nós, Cidadãos!.

"O JPP tem que estar do lado dos seus membros, tal como tem sido seu apanágio", lê-se no comunicado, onde é também referido que as "pressões centralistas de Lisboa" têm crescido, bem como as de "grupos económicos monopolizadores recém-chegados".

O partido indica ainda que, "apesar dos seus esforços", o panorama de coligação "desvirtuou-se em prol de uma calculada partidarização e personificação".

Ler mais

Exclusivos