Intercâmbio Norte de Portugal/Galiza envolve 135 universitários a partir de fevereiro

O programa Iacobus, de intercâmbio de académicos entre o Norte de Portugal e a Galiza, vai começar em fevereiro com 135 beneficiários, entre docentes, investigadores e pessoal administrativo de instituições de ensino superior da eurorregião.

De acordo com a informação da Comissão de Cooperação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) a que a Lusa teve hoje acesso, a quinta edição daquela iniciativa, que se prolonga até junho, registou um total de 295 candidaturas. Daquelas a comissão de avaliação do Iacobus "selecionou 135, 65 de universidades portuguesas e 70 oriundas de universidades galegas".

Com um financiamento avaliado em quase 150 mil euros, este programa é financiado pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha - Portugal (POCTEP) e coordenado regionalmente pela CCDR-N.

As áreas de trabalho dos beneficiários incluem as ciências da saúde, humanidades, engenharias, ciências económicas e empresariais, ciências sociais, tecnologias da informação e comunicação, ciências ambientais, recursos naturais e direito, entre outras.

O período de intercâmbio da quinta edição vai decorrer entre 1 de fevereiro e 30 de junho.

Podem concorrer ao 'Iacobus' académicos que pertençam aos quadros das Universidades do Porto, Minho, Trás-os-Montes e Alto Douro, da Universidade Católica Portuguesa e dos Institutos Politécnicos do Porto, Bragança, Viana do Castelo e Cávado, para além das três universidades galegas de Vigo, Corunha e Santiago de Compostela.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

Pub
Pub