Incêndio lavra no parque natural galego de Xurés e já queimou 40 hectares

Um incêndio florestal ativo está a lavrar no parque natural de Xurés, no sul de Ourense, tendo já queimado 40 hectares de floresta, segundo as estimativas iniciais do Ministério do Meio Rural.

O incêndio, que começou minutos antes da meia-noite, na freguesia de San Xes de Vilariño, no município de Lobeira (Ourense), está a ser combatido por dois agentes florestais e quatro brigadas, com recurso a quatro motobombas.

Esperamos que em breve sejam incorporados os meios aéreos, refere o ministério num comunicado.

Além deste incêndio, o departamento autónomo deu conta da extinção, esta madrugada, de outro incêndio florestal em Padrenda (Ourense), após ter consumido 21 hectares.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os aspirantes a populistas

O medo do populismo é tão grande que, hoje em dia, qualquer frase, ato ou omissão rapidamente são associados a este bicho-papão. E é, de facto, um bicho-papão, mas nem tudo ou todos aqueles a quem chamamos de populistas o são de facto. Pelo menos, na verdadeira aceção da palavra. Na semana em que celebramos 45 anos de democracia em Portugal, talvez seja importante separarmos o trigo do joio. E percebermos que há políticos com quem podemos concordar mais ou menos e outros que não passam de reles cópias dos principais populistas mundiais, que, num fenómeno de mimetismo - e de muito oportunismo -, procuram ocupar um espaço que acreditam estar vago entre o eleitorado português.