Grupo José de Mello Saúde investe 30 ME em novo hospital CUF em Sintra

O Grupo José de Mello Saúde (JMS) vai investir 30 milhões de euros num novo hospital CUF em Sintra, Lisboa, cujo projeto é apresentado hoje e que vai criar 345 postos de trabalho, 200 dos quais para médicos.

Segundo adiantou à agência Lusa fonte daquele grupo, a nova unidade hospitalar integrada na rede CUF vai nascer nas antigas instalações da Schering e substituir a atual Clínica CUF Sintra, estando prevista a sua abertura faseada a partir do primeiro semestre de 2018.

Somando este investimento aos 30 milhões de euros da Clínica CUF Almada, aos 100 milhões de euros da CUF Tejo e aos 50 milhões de euros da expansão da CUF Descobertas, a que acresce ainda a verba associada ao alargamento da CUF Cascais, o investimento da José de Mello Saúde em Portugal entre 2016 e 2020 ultrapassa os 200 milhões de euros.

De acordo com a JMS, "a futura unidade vai dispor de uma oferta clínica abrangente, incluindo as áreas assistenciais de consulta e respetivos meios complementares de diagnóstico, atendimento permanente geral e pediátrico, exames especiais, hospital de dia, bloco e internamento, numa área de 12.800 metros quadrados, com dois pisos operacionais e 240 lugares de estacionamento".

No total, o Hospital CUF Sintra terá capacidade para 40 gabinetes de consulta, 15 salas de exames, seis gabinetes de atendimento permanente (adulto e pediátrico) e três salas de bloco, complementada com 30 quartos de internamento com uma capacidade até 60 camas e uma unidade de cuidados intermédios.

O cronograma de abertura da nova unidade prevê a inauguração das áreas de atendimento permanente, consultas, imagiologia e exames especiais durante o primeiro semestre de 2018, após o que numa segunda fase, ainda no próximo ano, entrarão em funcionamento o bloco de cirurgia de ambulatório e os exames especiais.

Em 2020 entram "em pleno funcionamento" o bloco convencional, o internamento, os cuidados intermédios e o hospital de dia.

Com este investimento, a José de Mello Saúde passará a gerir oito hospitais (CUF Infante Santo, CUF Descobertas, CUF Cascais, CUF Porto, CUF Torres Vedras, CUF Viseu, CUF Santarém e CUF Sintra), sete clínicas (Clínica CUF Belém, Clínica CUF Alvalade, Clínica CUF Almada, Clínica CUF São Domingos de Rana, Clínica CUF Miraflores, Clínica CUF Mafra e Clínica CUF São João da Madeira) e o Instituto CUF Porto.

Sob sua gestão, em regime de parceria público-privada, estão ainda os hospitais do Serviço Nacional de Saúde em Braga e Vila Franca de Xira.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

Pub
Pub