Governo cria grupo de projeto para os "Museus no Futuro" com mandato de um ano

Lisboa, 03 mai 2019 (Lusa) - A constituição do grupo de projeto para os "Museus no Futuro", com 14 representantes de várias áreas, que terá um mandato de um ano, é hoje publicada num despacho em Diário da República (DR).

De acordo com o despacho n.º 4527/2019, o grupo terá um trabalho transversal e irá "preparar, de modo abrangente e participado, a estratégia de adaptação dos museus às transformações presentes e futuras" a nível social e económico no país.

O grupo de projeto será composto por representantes das áreas da Cultura, dos Negócios Estrangeiros, da Defesa Nacional, da Economia, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Educação.

Da área da Cultura vão integrar o grupo Clara Frayão Camacho, técnica superior na Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), que coordena; Raquel Henriques da Silva, docente na Universidade Nova de Lisboa; Ana Carvalho, investigadora na Universidade de Évora; José Varejão, docente na Universidade do Porto; Sara Barriga Brighenti, subcomissária do Plano Nacional das Artes e coordenadora do Museu do Dinheiro do Banco de Portugal; e Rita Jerónimo, adjunta do gabinete da ministra da Cultura.

Em representação dos museus na dependência da DGPC e das Direções Regionais de Cultura entram duas personalidades a indicar pelo órgão que exerça funções consultivas no âmbito do regime de autonomia de gestão dos museus, monumentos e palácios.

O grupo vai ser ainda composto por, Bruno Marcelo Regalado Julião, adjunto do gabinete do Ministro dos Negócios Estrangeiros; da área da Defesa Nacional, Leonel Jorge Nogueira de Moura, artista e curador; da área da Economia, Teresa Ferreira, diretora de Departamento no Turismo de Portugal; da área da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Rosalia Vargas, presidente da Ciência Viva e diretora do Pavilhão do Conhecimento; da área da Educação, João Brigola, docente e investigador na Universidade de Évora.

Em representação da Presidência da República, vai participar Elsa Cristina Simões dos Santos Alípio, técnica superior do quadro de pessoal da secretaria-geral da Presidência da República.

O grupo de projeto para os "Museus no Futuro" foi criado através da resolução do Conselho de Ministros n.º 35/2019, de 18 de fevereiro, com a missão de identificar, conceber e propor medidas que contribuam para a sustentabilidade, a acessibilidade, a inovação e a relevância dos museus sob dependência da DGPC e das Direções Regionais de Cultura.

Os membros do grupo de projeto, segundo o despacho, foram escolhidos "entre personalidades de reconhecido mérito cujo perfil seja considerado de relevância para a missão e os objetivos estabelecidos, sendo designados por despacho do membro do Governo responsável pela área da Cultura, após indicação, pelos restantes membros do Governo dos respetivos representantes".

O despacho determina ainda que o grupo de projeto deve convidar a participar nos trabalhos personalidades de reconhecido mérito e representantes de entidades, públicas ou privadas, incluindo das organizações representativas do setor da museologia, designadamente a Associação Portuguesa de Museologia (APOM) e o International Council of Museums (ICOM) -- Portugal.

Está previsto que, nas suas atividades, promova a realização de fóruns temáticos e de iniciativas de índole participativa com cidadãos e entidades representativas do setor, bem como de outras metodologias consideradas apropriadas à prossecução da sua missão e competências.

O grupo agora constituído deverá apresentar dois relatórios, um intercalar e outro final.

Exclusivos