GNR detém homem por incêndio florestal em Vila Velha de Ródão

Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, 22 mai 2019 (Lusa) - Um homem de 64 anos foi detido, na terça-feira, por militares da GNR do Posto Territorial de Vila Velha de Ródão, pela prática do crime de incêndio florestal, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR explica que a detenção ocorreu após o alerta de um incêndio florestal no concelho de Vila Velha de Ródão.

"Os militares deslocaram-se de imediato ao local, acabando por deter o suspeito que se encontrava a realizar uma queima de sobrantes, tendo o mesmo perdido o controlo do fogo, propagando-se a uma área de mato e sobreiros", lê-se na nota.

O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência, tendo os factos sido remetidos para o Tribunal Judicial da Comarca de Castelo Branco.

Nesta ação, participaram ainda militares do Núcleo de Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Castelo Branco e do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS).

Estiveram também no local os bombeiros voluntários de Vila Velha de Ródão e os Vigilantes da Natureza.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.