GNR detém autor de incêndio florestal em Marvão

A GNR anunciou hoje que deteve um homem, de 44 anos, pela prática do crime de incêndio florestal em Marvão, no distrito de Portalegre.

O Comando Territorial de Portalegre da GNR explica, em comunicado, que após a denúncia de um possível incêndio florestal, os militares detiveram no sábado o autor, apurando que o mesmo, durante a queima de sobrantes de pinho, "perdeu o controlo" do fogo, acabando por consumir uma área de mato.

O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Portalegre.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os aspirantes a populistas

O medo do populismo é tão grande que, hoje em dia, qualquer frase, ato ou omissão rapidamente são associados a este bicho-papão. E é, de facto, um bicho-papão, mas nem tudo ou todos aqueles a quem chamamos de populistas o são de facto. Pelo menos, na verdadeira aceção da palavra. Na semana em que celebramos 45 anos de democracia em Portugal, talvez seja importante separarmos o trigo do joio. E percebermos que há políticos com quem podemos concordar mais ou menos e outros que não passam de reles cópias dos principais populistas mundiais, que, num fenómeno de mimetismo - e de muito oportunismo -, procuram ocupar um espaço que acreditam estar vago entre o eleitorado português.