Financiamento do Estado recua para 1,9 mil ME até novembro de 2018 - BdP

O financiamento das administrações públicas baixou para 1,9 mil milhões de euros entre janeiro e novembro de 2018, face aos 5,2 mil milhões de euros registados em igual período de 2017, divulgou hoje o Banco de Portugal (BdP).

Entre janeiro e novembro do ano passado, as administrações públicas financiaram-se junto de residentes (exceto bancos) e no exterior em 1,5 mil milhões de euros e em 1,1 mil milhões de euros, respetivamente.

Em contrapartida, o financiamento das administrações públicas junto de bancos residentes foi de -0,7 mil milhões de euros.

O financiamento através de títulos situou-se em 8,3 mil milhões de euros, "valor que mais do que compensou a redução do financiamento de 6,4 mil milhões de euros em empréstimos líquidos de depósitos", segundo o BdP.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.