Figueira de Castelo Rodrigo lança aplicação móvel para identificação de insetos

Uma aplicação para dispositivos móveis que permite a identificação de insetos vai ser lançada no sábado, na aldeia de Barca d'Alva, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, foi hoje anunciado.

O projeto foi desenvolvido pela Plataforma de Ciência Aberta, instalada em Barca d'Alva, e pelo Instituto Politécnico de Beja.

Segundo os promotores, a aplicação de telemóvel para identificação de insetos foi baseada na exposição "Insetos em Ordem", produzida pelo Tagis - Centro de Conservação das Borboletas de Portugal, cE3c - Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais e MUHNAC - Museu Natural da História Natural e da Ciência.

"A aplicação, compatível com dispositivos com sistema operativo baseado em Android, permitirá a classificação, até à ordem, de um inseto observado", refere a Plataforma de Ciência Aberta em comunicado enviado à agência Lusa.

A fonte explica que o projeto foi desenvolvido no seguimento da exposição "Insetos em Ordem", que esteve patente naquele espaço até ao mês de fevereiro.

"A exposição, em itinerância desde 2010, diferencia-se pela relação que estabelece com os seus visitantes. Em vez de disponibilizar a informação científica de uma forma passiva, o conceito dos 'Insetos em Ordem' leva os visitantes a passarem pela experiência individual da identificação da ordem de um inseto", esclarece a nota.

O lançamento oficial da aplicação vai decorrer no sábado, na sede da Plataforma de Ciência Aberta, em Barca d'Alva, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, localizado junto da fronteira com Espanha.

Para assinalar a iniciativa, a Plataforma de Ciência Aberta preparou um conjunto de atividades ao ar livre, gratuitas e abertas ao público em geral, para identificação da biodiversidade de insetos em Barca d'Alva.

O programa ocupará a tarde e a noite de sábado, com uma saída de campo denominada "Insetos em Ordem em Barca D'Alva", pelas 18:00, entre outras iniciativas.

O lançamento oficial da aplicação móvel acontecerá pelas 20:30, ao qual se seguirá uma observação de borboletas noturnas, a partir das 21:00.

Segundo a fonte, o programa está inserido no evento "Expedições Tagis - Parque Natural do Douro Internacional" marcado para o fim de semana.

A expedição pretende "contribuir para a listagem de insetos da Reserva da Faia Brava", a primeira Área Protegida Privada do país, gerida pela Associação Transumância e Natureza, promovendo "dois dias de observação e inventário de insetos abertos ao público e acompanhados por especialistas".

Brand Story

Mais popular

Pub
Pub