Feira Alimentaria&Horexpo vai juntar 800 expositores e 2.000 marcas em Lisboa

A Alimentaria&Horexpo, salão internacional da alimentação, hotelaria e tecnologia para a indústria alimentar, vai juntar mais de 800 expositores e 2.000 marcas, entre 24 e 26 de março, na FIL, em Lisboa, foi hoje anunciado.

"A Alimentaria&Horexpo Lisboa, que se realiza em março na FIL, confirma a participação de mais de 800 expositores, entre participações diretas e participações agrupadas e que vão trazer ao certame mais de 2.000 marcas", anunciou, em comunicado, a organização do evento.

Com 95% do espaço adjudicado, 50% corresponde a empresas do setor da alimentação e bebidas, 30% ao setor de equipamentos, produtos e serviços para a hotelaria e restauração e 20% de empresas de maquinaria e equipamentos para a indústria alimentar.

No total, cerca de 50% das empresas inscritas apresentam-se pela primeira vez na Alimentaria&Horexpo.

"O interesse das empresas portuguesas é também notório e merecedor de destaque, uma vez que 65% das empresas inscritas são lusitanas", indicou a mesma fonte.

Durante o evento serão também debatidos os temas da atualidade e identificados os novos desafios para o setor.

"Num registo diferente, mas igualmente desafiante, a Alimentaria&Horexpo Lisboa será também o palco para a 1.ª edição do Sushi Cup Portugal, o concurso que vai eleger o melhor 'sushiman' português e que representará o nosso país no concurso mundial no Japão", lê-se no documento.

Por sua vez, será também apresentado o projeto 'Live Innovation Hotel', que irá mostrar soluções, produtos e serviços para o setor.

A internacionalização das empresas portuguesas serão outro dos objetivos desta edição do evento, através do programa 'Hosted Buyers', que tem como missão "assegurar a presença de profissionais de empresas internacionais com poder de decisão, dos setores e produtos representados na feira".

Adicionalmente, a Alimentaria&Horexpo 2019 será montra para outros países como Bulgária, Polónia, Alemanha, Áustria, Brasil, França, Holanda, Itália, Perú, Polónia, Suíça, Tailândia, Bélgica, Luxemburgo, México e China.

Estes países participam com empresas diretas e alguns organizam participações agrupadas, o que se traduz num maior número de empresas por cada espaço.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Operação Marquês

Granadeiro chama 5.º mais rico do mundo para o defender

O quinto homem mais rico do mundo, o mexicano Carlos Slim Helú, é uma das 15 testemunhas que Henrique Granadeiro nomeou para serem ouvidas na fase de instrução do processo Marquês. Começa hoje a defesa do antigo líder da Portugal Telecom, que é acusado de ter recebido 24 milhões de euros do GES para beneficiar o grupo em vários negócios.