Europeias: May apela ao voto, mas conservadores estão em quarto nas sondagens

Londres, 19 mai 2019 (Lusa) - A primeira-ministra britânica, Theresa May, urgiu hoje os eleitores a votar no partido Conservador nas eleições europeias de quinta-feira, mas uma sondagem indica que o partido no Governo poderá cair para quarto lugar.

Num artigo publicado hoje no jornal Sunday Times, May apela a "todos que querem ver o 'Brexit' consumado de maneira responsável o mais rápido possível", alegando que os outros partidos "não podem consumar o 'Brexit' ou até agora recusaram-se a fazê-lo".

Porém, uma sondagem hoje publicada pelo jornal The Observer sobre as intenções de voto dos eleitores britânicos coloca o partido Conservador em quarto lugar, com apenas 12% das preferências.

Em primeiro lugar está o partido 'Brexit', do eurodeputado eurocético Nigel Farage, com 34% das intenções de voto, seguido pelo partido Trabalhista (20%) e pelo partido Liberal Democrata (15%).

Há quatro anos, em 2014, Farage, então líder do UKIP, também conduziu o partido eurocético a uma vitória das eleições europeias, angariando então 27% dos votos e elegendo 24 eurodeputados, à frente do 'Labour' (20 eurodeputados) e do partido Conservador (19 eurodeputados).

Segundo o Observer, a mesma sondagem hoje publicada indica que o partido Trabalhista, principal partido da oposição, está a perder eleitores para os Liberais Democratas, que se opõem frontalmente ao 'Brexit' e exigem a realização de um novo referendo.

Os votos dos britânicos que preferem ficar na UE estão a ser solicitados igualmente pelos partidos nacionalistas escocês (SNP) e galês (Plaid Cymru), pelos Verdes e pelo Change UK, o que polariza o eleitorado anti-'Brexit'.

Num artigo para o Observer, o 'Mayor' de Londres, Sadiq Khan, que diverge do líder trabalhista, Jeremy Corbyn, e defende um novo referendo, argumenta que votar noutros partidos pró-europeus só vai favorecer o partido 'Brexit'.

"Não podemos permitir que a extrema direita entre sorrateiramente pela porta dos fundos. Temos de parar Farage e tudo o que ele representa. Só o partido Trabalhista é capaz de fazer isso", defende.

O Reino Unido é dos primeiros países a votar para as europeias, juntamente com a Holanda, que realiza eleições para o Parlamento Europeu na quinta-feira.

Os resultados só serão divulgados no domingo, quando fecharem as urnas de voto nos Estados membros da UE que só fazem as eleições europeias no domingo, como Portugal.

Ler mais

Exclusivos