Euro2020: Croácia surpreendida na Hungria, Alemanha e Bélgica fortes

A Croácia, vice-campeã do mundo de futebol, protagonizou hoje a surpresa nas qualificações para o Euro2020, ao perder sem glória na deslocação à Hungria, por 2-1.

Em plano oposto esteve a Alemanha, vencedora na Holanda por 3-2, com a Bélgica a dar também muito boa conta de si, ao ganhar por 2-0 em Chipre, na que foi a 100.ª internacionalização de Eden Hazard.

Ao segundo jogo no grupo E, a Croácia cai com estrondo, confirmando as notas negativas que deixara na partida anterior, apesar de ter superado o Azerbaijão, por 2-1.

Agora, até arrancou bem, com o golo de Rebic, aos 13 minutos, mas permitiu a reviravolta em Budapeste, operada por Szalai (34) e Mate Patkai (76).

Para o mesmo grupo, o País de Gales ganhou por 1-0 à Eslováquia, o que deixa a classificação mais 'baralhada', com quatro equipas com três pontos - Croácia, País de Gales, Eslováquia e Hungria.

A sempre resiliente Alemanha, candidata 'crónica' em Europeus e mundiais de futebol, chegou ao 2-0 em Amesterdão, consentiu o empate, mas ainda veio a assegurar os três pontos, com o golo Schulz, no minuto 90.

A Alemanha marcara antes através de Leroy Sané (15) e Gnabry (34) e a Holanda respondeu por De Ligt (48) e Depay (63), a confirmar a excelente evolução da nova geração da 'seleção laranja'.

O grupo C tem agora um líder isolado, a Irlanda do Norte, vencedora da Bielorrúsia por 2-1. Soma já seis pontos, mais três do que Alemanha e Holanda.

Quanto ao grupo I, destaca-se já a Bélgica, vencedora por 2-0 no Chipre. Eden Hazard festejou a sua centésima internacionalização com um golo, aos 10 minutos, e Batshuay fez o resultado final, aos 18.

Os belgas já sobrassaem no grupo, com seis pontos, mais três que Chipre, Rússia (goleou 4-0 no Cazaquistão), Escócia (vitória de 2-0 em São Marino) e Cazaquistão.

No grupo G, é a Polónia que avançou para os seis pontos, com a vitória de 2-0 sobre a Letónia. Israel derrotou a Áustria, por 4-2, e atinge os quatro pontos, tantos quantos tem a Macedónia do Norte, com o sportinguista Ristovski, que empatou 1-1 na deslocação à Eslovénia.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

"Petróleo, não!" Nesta semana já estivemos perto

1. Uma coisa é termos uma vaga ideia de quão estupidamente dependemos dos combustíveis fósseis. Outra, vivê-la em concreto. Obrigado aos grevistas. A memória perdida sobre o "petróleo" voltou. Ficou a nu que temos de fugir dos senhores feudais do Médio Oriente, das oligopolísticas, campanhas energéticas com preços afinados ao milésimo de euro e, finalmente, deste tipo de sindicatos e associações patronais com um poder absolutamente desproporcionado.