Edgar Pinto em quinto numa Volta à Turquia conquistada por Grossschartner

Istambul, 21 abr 2019 (Lusa) -- O ciclista português Edgar Pinto (W52-FC Porto) terminou hoje a 55.ª edição da Volta à Turquia no quinto lugar da classificação geral, na estreia da equipa 'azul e branca' em provas WorldTour, vencida pelo austríaco Felix Grossschartner (BORA-hansgrohe).

Numa última etapa disputada ao 'sprint', após 172,4 quilómetros entre Sakarya e Istambul, o austríaco Caleb Ewan (Lotto Soudal) conseguiu a segunda vitória na prova, depois de já ter triunfado na quarta tirada, ao cumprir a distância em 4:10.41 horas.

Em segundo lugar ficou o holandês Fabio Jakobsen (Deceuninck-Quick Step), vencedor da terceira etapa, seguido do irlandês Sam Bennett (BORA-hansgrohe), que ganhou as duas primeiras tiradas e vestiu a camisola amarela até ao quinto dia.

Grossschartner fechou o último dia no oitavo lugar, com o mesmo tempo do vencedor, e confirmou a vitória final, no maior triunfo da carreira, aos 25 anos, à frente do italiano Valerio Conti (UAE Emirates), segundo colocado, a 19 segundos, e do eritreu Merhawi Kudus (Astana), terceiro, a 25.

Na estreia da W52-FC Porto no calendário WorldTour, no primeiro ano dos 'dragões' no escalão Pro Continental, Edgar Pinto conseguiu o quinto posto, um dos melhores resultados da carreira.

O ciclista, de 33 anos, já tinha vencido, em 2018, a Volta Ciclista à Comunidade de Madrid, além de uma etapa da Volta a Portugal de 2014, entre outros êxitos, sendo que este constitui o resultado de maior peso no 'ranking' internacional, pelo estatuto da prova turca.

Na classificação por equipas, os portistas ocuparam igual quinto lugar, tendo ainda colocado o espanhol Raúl Alarcón no 17.º posto da geral final. Ricardo Mestre foi 27.º e Rafael Reis acabou no 31.º posto.

Mais abaixo, Samuel Caldeira terminou no 48.º lugar, enquanto José Ferreira foi 68.º e o espanhol Gustavo Veloso subiu, no último dia, ao 93.º posto final. Nuno Bico (Burgos-BH) foi 56.º poscionado.

A próxima corrida dos 'azuis e brancos' realiza-se em Espanha, na Volta a Castela e Leão, que arranca em 25 de abril, antes do regresso a Portugal, para a Clássica Aldeias do Xisto, em 01 de maio.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".