Doença não identificada matou 15 pessoas nos últimos dias em aldeia angolana

Uma doença ainda por identificar provocou a morte a 15 pessoas, nos últimos dias, na povoação de Camunhandi, comuna do Mulondo, município da Matala, na província angolana da Huíla, anunciaram as autoridades sanitárias locais.

A situação foi relatada pelo diretor provincial da Huíla de Saúde, Altino Matias, que chefia uma equipa de técnicos do Ministério da Saúde, que se encontra desde hoje naquela povoação, para trabalhos de investigação.

Segundo a agência de notícias angolana, Angop, as vítimas são na maioria crianças, que apresentam sintomas semelhantes aos da febre-amarela.

Esta situação é a primeira que se regista naquela localidade, que dista 200 quilómetros a leste da cidade do Lubango, capital da província da Huíla.

Ler mais

Exclusivos