Crimes relacionados com jogo sobem "sem alastrar" à sociedade - PJ de Macau

A Polícia Judiciária (PJ) de Macau registou, em 2018, 1.884 processos relacionados com o jogo, num aumento de 3% relativamente a 2017, sem que estes crimes constituam uma "ameaça para a sociedade", foi hoje anunciado.

No encontro anual do ano novo lunar com os jornalistas, o diretor da PJ, Sit Chong Meng, adiantou que os 554 casos de agiotagem ligados ao jogo aumentaram 29%, enquanto os sequestros "resultantes de agiotagem ligada ao jogo", ou 308 casos, desceram 34%.

"O reforço do combate aos crimes de agiotagem fez com que os demais crimes não chegassem a desenvolver-se até à fase de cárcere privado, sendo esse o motivo principal para o controlo e a redução contínua desse tipo de situação", de acordo com um relatório sobre o trabalho da PJ em 2018, distribuído aos jornalistas.

"Até este momento, ainda não há indícios que revelem que esses dois tipos de crimes tenham alastrado para fora dos casinos, não se tendo verificado que este tipo de criminalidade cause ameaças para a sociedade", sublinhou.

Ainda no âmbito dos crimes relacionados com o jogo, a PJ intercetou 1.732 "burlões da troca de dinheiro", um crime que causa "impacto direto na segurança local". Estes indivíduos foram entregues ao Corpo de Polícia de Segurança Pública (CPSP) para serem expulsos de Macau "por não terem atuação correspondente a turista", tendo ficado proibidos de reentrar no território por três anos.

Em 2018, foram concluídos 14.725 processos, o que representou uma subida de 21,3% em relação ao período homólogo e o número de pessoas (detidos, não detidos e menores não responsáveis criminalmente) presentes ao Ministério Público foi de 3.938, semelhante ao registado em 2017.

Macau registou, no ano passado, dois homicídios, duas tentativas de homicídio e sete casos de ofensas graves à integridade física, sem que tenham ocorrido casos de rapto. Por outro lado, desceram também, em termos anuais, os roubos (66) e os casos de extorsão (50), indicou.

"Os crimes graves relacionados com a vida da população tiveram uma diminuição, comparando com o ano anterior. Isso mostra que a segurança de Macau continua a ser estável e positiva", sublinhou.

A PJ registou ainda 61 casos de fogo posto, numa subida de 17% em comparação a 2017. Nos crimes relacionados com droga, a PJ instaurou 92 processos de tráfico de droga e 31 de consumo, o que representa uma descida de 5% e 37%, respetivamente, em relação a 2017.

No combate ao tráfico de droga, a PJ instalou aparelhos de raio-X nos principais postos fronteiriços do território e reforçou a cooperação policial internacional e regional.

Em relação às burlas telefónicas, a PJ indicou ter instaurado 128 processos, numa diminuição de 12% em comparação com 2017.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.