Câmara de Ílhavo anuncia requalificação do antigo quartel de bombeiros

Aveiro, 14 mai 2019 (Lusa) -- A Câmara de Ílhavo anunciou hoje o arranque da obra de requalificação do antigo Quartel dos Bombeiros Voluntários, onde vai ficar o futuro Centro para a Valorização e Interpretação da Religiosidade ligada ao Mar.

De acordo com uma nota de imprensa da câmara de Ílhavo, está agendado para segunda-feira o início dos trabalhos de demolição, altura em que serão implementados condicionamentos à circulação automóvel na zona envolvente, para garantir a segurança de pessoas e bens.

"Face à complexidade da empreitada, a Câmara Municipal de Ílhavo apela à compreensão de todos para os constrangimentos que uma obra desta envergadura poderá causar, na certeza de que os benefícios na fruição daquele espaço serão notórios e de extrema importância para toda a população", apela a nota municipal.

O projeto de reabilitação urbana, financiado pelos fundos comunitários do Portugal 2020 (CENTRO2020) e adjudicado à empresa "Nível 20 -- Estudos, Projetos e Obras", representa um investimento de perto de 1,5 milhões de euros e a obra terá um prazo de execução de 14 meses.

Como resultado final, o novo edifício receberá também uma loja social e a sede da Confraria Gastronómica do Bacalhau, destinando-se a "albergar espaços e equipamentos que preservem a cultura e a identidade do Município".

A demolição do antigo quartel de bombeiros e construção do novo imóvel insere-se no plano da requalificação urbana do centro de Ílhavo que contempla, também, a remodelação do Largo do Bispo (Jardim Henriqueta Maia) e a zona envolvente ao Pavilhão Municipal Capitão Adriano Nordeste.

A obra é enquadrada pelo Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Ílhavo (PEDU) e pelo Plano de Ação de Regeneração Urbana de Ílhavo (PARU).

Lusa / Fim

Ler mais

Exclusivos