Bolsas europeias em alta confiantes numa futura descida dos juros nos EUA

Lisboa, 21 jun 2019 (Lusa) -- As principais bolsas europeias estavam hoje em alta, a seguir o mercado de Wall Street e confiantes numa próxima descida das taxas de juro pela Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed).

Cerca das 09:15 em Lisboa, o EuroStoxx 600 subia 0,03% para 386,29 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt subiam 0,21%, 0,34% e 0,17%, bem como as de Madrid e Milão, que avançavam 0,63% e 0,37%, respetivamente.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e cerca das 09:15 o principal índice, o PSI20, subia 0,65% para 5.130,11 pontos.

Os mercados continuam animados com a possibilidade da Reserva Federal dos Estados Unidos descer as taxas de juro proximamente.

Na quarta-feira, o banco central norte-americano (Fed) manteve a taxa de juro de referência entre 2,25% e 2,5%, mas advertiu que está pronto para apoiar a economia caso ocorra uma desaceleração do crescimento.

A decisão de manter a taxa de juro diretora foi tomada por unanimidade pelo Comité de Política Monetária norte-americano, apesar de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter feito pressões para que houvesse um corte nas taxas de juro da maior economia do mundo.

Apesar da tendência positiva do mercado, os investidores mostram-se cautelosos devido às crescentes tensões entre os Estados Unidos e o Irão depois do abate de um 'drone' da Marinha norte-americana pela Guarda Revolucionária iraniana.

As acusações entre os dois países provocaram uma subida da cotação do petróleo na quinta-feira.

Os mercados estão também pendentes da evolução política no Reino Unido, depois da demissão da primeira-ministra britânica, a conservadora Theresa May, em 24 de maio, e do 'pior' resultado de sempre do Partido Conservador da primeira-ministra nas eleições europeias, e cada vez temem mais um 'Brexit' não negociado.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em alta na quinta-feira, com o Dow Jones a subir 0,94% para 26.753,17 pontos, depois de ter atingido 26.828,39 pontos em 03 de outubro de 2018, atual máximo desde que foi criado, em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 0,80% para 8.051,34 pontos, contra o atual máximo de sempre, de 8.164,00 pontos, verificado em 06 de maio.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1311 dólares, contra 1,1295 euros na quinta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em agosto abriu hoje em alta, a cotar-se a 64,74 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,29% do que na sessão anterior.

O barril de petróleo Brent esteve acima dos 85 dólares no início de outubro.

Exclusivos