Banco Mundial vai abrir em setembro escritório em Angola para financiar turismo

Luanda, 24 mai 22019 (Lusa) - O representante do Banco Mundial (BM) em Angola anunciou hoje, em Luanda, que a instituição financeira internacional vai abrir em setembro um escritório na capital angolana, para financiar projetos para o desenvolvimento do setor do turismo no país.

Segundo Olivier Jacques Lambert, que falava à imprensa depois de apresentar uma intervenção no Fórum Mundial do Turismo, cujo ciclo de conferências terminou hoje, os projetos só serão financiados em função da qualidade e dimensão, com montantes e taxas de juro diferentes.

Além da concessão de crédito, o Banco Mundial irá acompanhar e fiscalizar os projetos de investimento, defendendo que esta vertente "é mais importante que o dinheiro", bem como a capacidade do potencial investidor, acrescentou.

"A melhoria do ambiente de negócios e a introdução de 'inputs' para aumentar a confiança dos investidores são outros dos apoios dados pelo Banco Mundial a Angola, que tem, ainda, muitos desafios" no setor, realçou Olivier Lambert.

O representante do Banco Mundial em Angola que, no fórum, apresentou o tema "Ambiente de Negócios e Oportunidades de Investimento", considerou o turismo, de uma forma geral, "uma fonte de crescimento e de diversificação da economia", algo que "pode ajudar a proteger o ambiente natural extraordinário" de Angola.

O Fórum Mundial do Turismo, que decorre desde quinta-feira no Centro de Convenções de Talatona, em Luanda Sul, terminou hoje o ciclo de conferências, estando sábado, último dia do certame, destinado a visitas guiadas a locais de interesse turístico da capital angolana e arredores.

Ler mais

Exclusivos