Autárquicas: PS candidata quadro da antiga ADRO à Câmara do Cadaval

O gestor para a área económica da antiga Associação de Desenvolvimento Regional do Oeste (ADRO), David Santos, é o candidato do Partido Socialista (PS) à Câmara do Cadaval, anunciou hoje o partido.

"É um desafio interessante alterar o rumo que o Cadaval tem tido nos últimos tempos", afirmou o cabeça-de-lista à agência Lusa.

Olhando para os últimos anos, o socialista criticou os últimos executivos municipais, de maioria PSD, por "falta de estratégia" e por terem contribuído para que o concelho esteja a "perder população e qualidade de vida".

"Não se pode só alcatroar estradas de quatro em quatro anos quando há eleições", rematou.

A sua candidatura tem como objetivo "trazer ideias novas para o concelho", traçando como prioridades a promoção do desenvolvimento agrícola e do turismo e medidas que permitam fixar habitantes no concelho.

Além de David Santos, já anunciaram candidatura à Câmara do Cadaval Ricardo Miguel (CDU) e o seu atual presidente, José Bernardo Nunes (PSD).

David Santos, 46 anos, é consultor e reside em Torres Vedras, mas descende de uma família natural de Pragança, aldeia do concelho localizada junto à Serra do Montejunto.

Foi deputado na Assembleia Municipal de Torres Vedras e secretário da extinta Junta de Freguesia de Santa Maria, na cidade de Torres Vedras.

A nível académico, é licenciado em gestão de empresas pela Universidade Católica e tem pós-graduação em desenvolvimento de sistemas de informação pelo ISCTE.

Nas eleições autárquicas de 2013, o PSD venceu as eleições, com quatro eleitos, contra três do PS. Apesar da maioria, deu pelouros e colocou a tempo inteiro um dos vereadores do PS.

Ler mais

Exclusivos