Autárquicas: MPT candidata Adérito Pinto à Câmara de Albergaria-a-Velha

Adérito Pinto, de 67 anos, vai ser o candidato do Partido da Terra - MPT à Câmara de Albergaria-a-Velha, nas eleições autárquicas de 01 de outubro, anunciou hoje o partido.

Em comunicado, o MPT diz que vai concorrer pela primeira vez à câmara, Assembleia Municipal e Junta da Branca, por entender que "há espaço político", mas também para "combater o populismo que é muito pernicioso para a democracia".

"A defesa do meio ambiente e do ecossistema também são é dos 'cavalos de batalha' a defender, mas também para dar resposta a novas situações e responsabilidades que o Governo e o Parlamento querem transferir para a esfera das autarquias", lê-se na mesma nota.

Licenciado em Teologia Filosófica, e pós-graduado em Direito Administrativo e Especialização em Compras e Contratação Pública, Adérito Pinto iniciou a atividade profissional como professor, vindo depois a ocupar cargos administrativos nos Hospitais de Estarreja e de Aveiro.

Mais tarde, trabalhou como Técnico Superior no Gabinete de Apoio ao Ministro da Administração Interna, transitando depois para os serviços sociais da PSP, até se aposentar.

O candidato do MPT à Assembleia Municipal vai ser Albano da Fonseca Serrano, de 66 anos, igualmente aposentado da Função Pública.

A Câmara de Albergaria-a-Velha é presidida desde 2013 por António Loureiro (CDS-PP), que se recandidata ao cargo.

São também candidatos à Câmara de Albergaria o vereador José Licínio Pimenta (PSD), o advogado Brito da Silva (PS) e o dirigente sindical Adelino Nunes (CDU).

Em 2013, o CDS-PP alcançou 43,4% dos votos (quatro mandatos) e o PSD 37% (três mandatos). O PS obteve 9,9%, a CDU 2,8% e o Bloco de Esquerda 1,5%, não conseguindo eleger nenhum vereador.

Ler mais