Autárquicas: Marisa Ribeiro é a candidata do PTP à Câmara de Vila Nova de Gaia

Marisa Ribeiro é a candidata do Partido Trabalhista Português (PTP) à Câmara de Vila Nova de Gaia, indicou hoje a própria à Lusa, apontando como objetivo "ganhar para dar vida e luz" ao concelho.

Mestre de 'reiki', Marisa Ribeiro, de 37 anos, define-se como "não política", mas uma "mulher de armas" que procura provar que este concelho é "um oásis por descobrir".

"Quero melhorar a qualidade de vida de quem vive em Vila Nova de Gaia. Faço muitos tratamentos com energias e pretendo, com esta candidatura, dar vida ao povo de Vila Nova de Gaia. Gaia vive na escuridão. O meu objetivo é cuidar das pessoas que andam tristes e deprimidas e completamente às escuras", disse a candidata à agência Lusa.

Marisa Ribeiro considera que há falta de incentivos e de estruturas de apoio a crianças e idosos, bem como para pessoas carenciadas, pelo que quer "marcar pela diferença" no capitulo da ação social.

A candidata do PTP rejeita a ideia de que Gaia seja "só a praia e avenida", vincando que "o concelho é muito grande com um interior muito rico", mas lamentando que "em que algumas freguesias não existam sequer passeios, disse.

Marisa Ribeiro também avançou com a ideia de transformar as casas abandonadas e devolutas, melhorar e aumentar os espaços verdes e criar mecanismos de fiscalização para maus-tratos a crianças e idosos.

A candidata aproveitou ainda para fazer um apelo aos profissionais da área da psicologia: "Os psicólogos podiam atender as pessoas uma vez por mês de forma gratuita", referiu.

O segundo apelo de Marisa Ribeiro vai para o voto que deseja que seja tanto de homens como de mulheres, sem no entanto deixar de lembrar que é a única mulher candidata a Gaia.

"Espero votos femininos e masculinos, mas apelo a que as mulheres se unam para levar vida a Vila Nova de Gaia e levar Gaia a bom porto", concluiu.

Nas autárquicas em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, concorrem, para além de Marisa Ribeiro (PTP), o atual presidente da câmara, Eduardo Vítor Rodrigues (PS), Cancela Moura (PSD/CDS-PP), Mário David Soares (CDU), Renato Soeiro (Bloco de Esquerda) e Pedro Ribeiro de Castro (PAN).

As eleições autárquicas estão marcadas para 01 de outubro.

Ler mais

Exclusivos