Autárquicas: José Vasco Matafome é o candidato do CDS-PP à Câmara de Abrantes

O veterinário José Vasco Matafome, 57 anos, presidente da distrital de Santarém do CDS-PP, é o candidato à presidência da Câmara Municipal de Abrantes nas eleições autárquicas de 01 de outubro, anunciou o partido.

Em declarações à agência Lusa, Vasco Matafome defendeu as apostas na "agricultura sustentável, com circuitos curtos de venda direta, no turismo e na relação de Abrantes com a natureza, nas novas tecnologias e no tele-emprego", a par de um "reforço de atenção às questões sociais e o incremento de uma Loja Social nas freguesias" rurais.

"O país avança a duas velocidades e, enquanto o litoral cresce, o interior definha", afirmou.

Defendeu ser "necessário inverter essa tendência", que conduziu a uma nova realidade que assenta no aumento da desertificação, no envelhecimento e em equipamentos públicos sobredimensionados para a atual realidade populacional em Abrantes", onde habitam cerca de 40 mil pessoas, metade das quais na sede do concelho.

Para o candidato do CDS-PP, se for eleito, "30% do orçamento global anual do município será investido na captação de empresas de base tecnológica, 30% será para a manutenção dos equipamentos públicos existentes, 30% para o apoio social a uma população cada vez mais envelhecida, e os restantes 10% ficam para o funcionamento da Câmara" Municipal.

"Temos de captar empresas no âmbito da revolução tecnológica dos próximos 10 anos, que vai ser extraordinária, e que vai constituir-se como fator determinante para o desenvolvimento do nosso país e do nosso concelho", vincou Matafome, tendo defendido ser "fundamental preparar os jovens estudantes para as empresas e novas tecnologias ligadas ao fotovoltaico, robotização e domótica".

Vasco Matafome disse ainda que concorre "para poder contribuir para a terra" onde nasceu, "num exercício de cidadania, com uma campanha livre de cartazes ou outdoors", e onde o CDS-PP tem por objetivo "aumentar a presença e o número de eleitos nos diversos órgãos autárquicos".

Tiago Fidalgo, 43 anos, advogado, é o candidato do CDS-PP à Assembleia Municipal. António Veles, também advogado, e o mandatário da campanha.

A Câmara Municipal de Abrantes é gerida pelo PS, partido que, nas eleições de 2013, obteve 47,35% dos votos (cinco eleitos em sete), tendo 18,61% dos eleitores votado no PSD (um vereador) e 13,18% na CDU (um eleito).

Em 2013, estavam inscritos no concelho 35.075 eleitores.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Escapar à Síria para voltar à Arménia de onde os avós fugiram

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.