Autárquicas: Empresário agrícola Luís Lacerda é candidato do CDS em Ponte da Barca

O empresário agrícola Luís Lacerda, de 58 anos, encabeça, após um interregno de 12 anos, a candidatura do CDS à Câmara de Ponte da Barca para responder ao "descontentamento" da população com a "bipolarização" entre PS e PSD.

"A última vez que o CDS concorreu a umas eleições autárquicas, em Ponte da Barca, foi em 2001. Este ano foi uma decisão difícil de tomar e, por isso, vamos concorrer apenas à câmara municipal. Queremos dizer presente e que estamos a preparar a semente para daqui a quatro anos", afirmou.

Para o candidato "Ponte da Barca precisa de mais participação porque o poder autárquico tem estado na mãos ora do PSD, ora do PS. Há muita gente descontente, que não se revê na política desses dois partidos".

Militante do CDS desde 1995, Luís Lacerda é natural de Braga mas reside em Ponte da Barca há 27 anos. Entre as prioridades da candidatura que encabeça às eleições de 01 de outubro estão o desenvolvimento económico, o ambiente, a educação e o turismo.

A criação de um gabinete de atendimento ao agricultor, a redução do Imposto Municipal Sobre Imóveis (IMI), o apoio à instalação de empresas e a desburocratização dos serviços camarários, são algumas das medidas que preconiza.

Luís Lacerda, que se estreia como cabeça de lista em eleições autárquicas defende ainda "mais apoio á terceira idade, uma melhor distribuição dos alunos pelas escolas, já que a maioria está centralizada na sede do concelho, a criação de uma rede de transportes entre a vila e as freguesias, o apoio aos produtores locais e a aposta no turismo de natureza".

Ler mais

Exclusivos