Autárquicas: CDU candidata José Pessoa à Câmara de Lamego

O especialista em exames científicos a obras de arte José Pessoa é o candidato da CDU à presidência da Câmara de Lamego, assumindo como prioridades a agricultura, o património e o turismo, caso seja eleito nas autárquicas.

Com 69 anos, esta é a primeira vez que José Pessoa concorre à presidência da Câmara de Lamego, não só porque "os seus amigos e camaradas" o escolheram, mas por "conhecer profundamente o património de Lamego e da região".

"Aprendi a amar esta terra, esta gente e esta natureza", acrescentou.

No dia em que realiza a apresentação pública da sua candidatura, José Pessoa sublinhou que a agricultura é uma das suas prioridades, caso venha a ser eleito a 01 de outubro.

"A Câmara tem de interceder, embora possa não ser uma área da sua competência direta, para apoiar os pequenos e médios agricultores da região, que estão numa situação extremamente difícil. As adegas cooperativas estão em más circunstâncias e, aos poucos, todos deixaram de produzir, a não ser que seja para o seu próprio consumo", lamentou.

No seu entender, é preciso "criar estruturas para apoiar os pequenos e médios agricultores", cabendo à autarquia o papel de intervir junto de órgãos que possam facilitar o desenvolvimento de "uma atividade riquíssima".

Os seus objetivos passam ainda por criar "um acordo com os concelhos de Tarouca e Armamar", na área do património, que "precisa de ser inventariado e cuidado".

"A terceira grande questão é o turismo, que tem de ir para além do turismo de camionetas e de quem vem meia hora para ver a Nossa Senhora dos Remédios. É preciso apostar no turismo de permanência", destacou.

Na corrida autárquica está também o antigo vereador Ernesto Rodrigues pelo PSD e o advogado e antigo professor Ângelo Moura pelo PS.

A coligação PSD-CDS/PP venceu as autárquicas de 2013 com 54,02% dos votos, conquistando quatro mandatos e estando a presidência entregue Francisco Lopes, que está impedido de se recandidatar pela lei da limitação de mandatos.

O PS obteve 36,25% dos votos, o que lhe valeu três mandatos.

Ler mais

Exclusivos