Autárquicas: CDU candidata Adriana Silva à Câmara de S. João da Pesqueira

A ajudante de notário Adriana Silva é a candidata da CDU à presidência da Câmara de S. João da Pesqueira, um concelho em que pretende travar "a fuga da juventude", caso seja eleita a 01 de outubro.

Em declarações à Lusa, a candidata de 59 anos, explicou que esta é a segunda vez que concorre à presidência da Câmara de S. João da Pesqueira porque pretende o melhor para o seu concelho.

"Concorro pelo amor à minha terra, de onde sou natural e residente. Vejo muita coisa a fugir da minha terra, mas quero dar o meu contributo para que seja melhor, olhando para o povo para atingir um objetivo da comunidade e não pessoal", justificou.

No seu entender, o concelho de S. João da Pesqueira, no norte do distrito de Viseu, "está muito parado" e a vila "a ficar muito envelhecida a todos os níveis".

"Já não temos urgência, tribunal e qualquer dia nem conservatória! Está tudo a desaparecer!", lamentou.

Caso seja eleita a 01 de outubro, Adriana Silva elege como prioridade evitar a "fuga da juventude", que se vem verificando no concelho e está a deixar uma população cada vez mais envelhecida.

"Os postos de trabalho são difíceis de criar numa zona rural, mas é preciso tratar de atrair investimento para tal. Também é preciso dar um ar mais moderno à vila que está a envelhecer", concluiu.

Na 'corrida' autárquica está também o professor Eduardo Jorge Rocha, pelo PSD, depois de o atual autarca, José Tulha, ter decidido que não iria recandidatar-se a um terceiro mandato.

O outro candidato é o advogado Manuel Cordeiro, que lidera o movimento independente 'Pela Nossa Terra', que conta com o apoio do PS e do CDS-PP.

O PSD venceu as autárquicas de 2013 com 43,59% dos votos, conquistando três mandatos.

O movimento independente intitulado "Pela Nossa Terra" obteve 35,30% dos votos, o que lhe valeu dois mandatos.

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

Ler mais

Exclusivos