Autárquicas: CDU aposta em Helena Martins Sá para conquistar Câmara de Penedono

A professora reformada Helena Martins Sá, de 62 anos, foi a aposta da CDU para tentar conquistar a presidência da Câmara de Penedono, onde a candidata não reside, mas tem raízes familiares.

"É a primeira vez que eu sou candidata em Penedono, porque neste momento estou disponível tanto em termos profissionais, como familiares, para me poder dedicar a essa tarefa", justificou à agência Lusa.

A candidata vive em Coimbra, mas disse ter "todas as possibilidades" de se instalar em Penedono, que é o concelho do distrito de Viseu com menor número de habitantes.

"Nunca vivi em permanência em Penedono, mas foi sempre a minha terra de eleição, uma vez que passei a minha infância por lá e continuo a ter lá grande parte da minha família", afirmou.

Na opinião de Helena Martins Sá, as prioridades do executivo camarário de Penedono devem passar por "criar condições para que as pessoas se fixem, que não abandonem o concelho".

"Para isso é preciso haver emprego, melhorar as condições dos cuidados de saúde dos mais idosos, investir bastante na educação e nas atividades desportivas e incentivar a realização de tudo o que seja atividades que deem movimento e atraiam as pessoas de fora", defendeu.

Atendendo ao facto de ser uma vila medieval, Penedono tem apostado em eventos relacionados com o passado, mas a candidata considera que é preciso dar um salto para a modernidade, investindo "em debates, conferências, exposições e atividades físicas".

"A minha formação é em História e sempre me atraiu bastante o passado, mas temos que projetar a terra para o futuro", frisou.

Em Penedono, vão também ser candidatos à Câmara o atual presidente, Carlos Esteves (PSD), que vai tentar ser reeleito para um terceiro mandato, e a técnica oficial de contas Sónia Numão (PS).

Nas autárquicas de 2013, o PSD teve 59,18% dos votos, conseguindo três mandatos. O PS obteve 30,69% e os outros dois mandatos.

Ler mais

Exclusivos