Autárquicas: BE concorre pela primeira vez em Óbidos com João Paulo Cardoso

O Bloco de Esquerda anunciou hoje que vai concorrer pela primeira vez à Câmara de Óbidos nas eleições autárquicas de 01 de outubro, tendo como cabeça-de-lista o independente e deputado municipal João Paulo Cardoso.

"Candidato-me porque vejo que Óbidos precisa de restaurar a democracia. Não tenho visto transparência" por parte dos últimos executivos municipais", afirmou à agência Lusa João Paulo Cardoso, que apresenta a sua candidatura no dia 25.

Se for eleito, o candidato do BE tem como prioridades reduzir a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis, defender o ambiente, recuperar aldeias, recuperar a cidade romana 'Eburobrittium' e torná-la visitável, e musealizar todo o concelho.

João Paulo Cardoso, 58 anos, reside na freguesia das Gaeiras e é eleito pelo PS na assembleia municipal.

Licenciado em Direito e Ciências Jurídico-Políticas, trabalha como técnico de justiça no Ministério Público de Caldas da Rainha.

João Paulo Cardoso é o quinto candidato à Câmara de Óbidos anunciado, depois do atual presidente da Câmara, Humberto Marques (PSD), de Vítor Rodrigues (PS), de Carlos Pinto Machado (CDS-PP) e de José Rui Raposo (CDU).

A Câmara de Óbidos é liderada pelo PSD, com quatro vereadores com pelouros atribuídos no executivo, no qual o PS tem três eleitos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Começar pelas portagens no centro nas cidades

É fácil falar a favor dos "pobres", difícil é mudar os nossos hábitos. Os cidadãos das grandes cidades têm na mão ferramentas simples para mudar este sistema, mas não as usam. Vejamos a seguinte conta: cada euro que um português coloca num transporte público vale por dois. Esse euro diminui o astronómico défice das empresas de transporte público. Esse mesmo euro fica em Portugal e não vai direto para a Arábia Saudita, Rússia ou outro produtor de petróleo - quase todos eles cleptodemocracias.