Autárquicas: Antigo autarca de Ribeira de Pena encabeça lista do PS

O PS de Ribeira de Pena escolheu hoje como cabeça-de-lista às eleições autárquicas João Noronha, antigo presidente de câmara neste município minhoto e atual presidente da Assembleia Municipal, confirmou o próprio à Lusa.

A escolha de João Noronha para encabeçar a lista do PS, em Ribeira de Pena, distrito de Vila Real, aconteceu depois de o atual presidente desta autarquia, Rui Vaz Alves, ter informado a direção nacional do PS de que desistia da recandidatura.

Em consequência dessa decisão, a concelhia do PS reuniu esta noite e escolheu João Noronha, de 61 anos e atual presidente da Assembleia Municipal de Ribeira de Pena.

O responsável referiu que já foi enviada a ata da reunião para a distrital do PS de Vila Real, que irá retificar a escolha da concelhia.

João Noronha disse que espera ter concluídas, nos próximos dias, as listas aos órgãos autárquicos locais para, depois, apresentar em tribunal.

"A nossa prioridade é reforçar o resultado no PS neste concelho. Iremos fazer uma boa campanha que levará novamente à vitória do PS em Ribeira de Pena", frisou.

Questionado sobre se o PS não ficou fragilizado com este processo, João Noronha frisou que este é um partido democrático e como tal às vezes sofre "algumas vicissitudes".

João Noronha foi presidente da Câmara de Ribeira de Pena durante um mandato e até às autárquicas de 2001, ato eleitoral que perdeu para o então candidato da coligação PSD/CDS-PP, Agostinho Pinto.

Agostinho Pinto venceu as eleições em 2001 por uma diferença de dois votos, esteve à frente do município durante três mandatos e não se pode recandidatar em 2013.

Este ano, Agostinho Pinto voltou a ser a escolha do PSD para encabeçar a lista à autarquia de Ribeira de Pena.

Pela CDU candidata-se a enfermeira Filomena Abreu Ramos.

Nas últimas autárquicas, o PS ganhou com 2.622 votos (50,43%), ficando o PSD em segundo lugar com 1.866 votos (35,89%), o movimento independente Unidos por Ribeira de Pena conseguiu 273 votos, o Partido da Terra (MPT) 145, o CDS-PP 99 e a CDU 45 votos.

Ler mais

Exclusivos