Autárquicas: Afonso Graçoeiro Gonçalves repete candidatura da CDU em Ponte da Barca

Afonso Graçoeiro Gonçalves, desenhador medidor da construção civil, vai repetir, nas eleições de 01 de outubro, a candidatura pela CDU à Câmara de Ponte da Barca, para "dar voz" à população do concelho.

O candidato de 36 anos, militante comunista há mais de uma década, liderou a equipa que concorreu nas autárquicas de 2013 e volta a concorrer este ano para "dar a conhecer o projeto da CDU", mas "sem expectativa" de conquistar um lugar no executivo municipal daquele concelho do Alto Minho onde "PSD e PS se têm alternado no poder".

"Honestamente, não tenho expectativa na conquista de um mandato autárquico, mas vou trabalhar para que isso seja possível. Pelo menos para manter o deputado na Assembleia Municipal, ou mesmo reforçar essa posição", adiantou.

Como principais propostas da candidatura comunista àquele município do distrito de Viana do Castelo, Afonso Graçoeiro Gonçalves apontou uma "aposta série e eficaz" no turismo, "uma vez que o concelho tem mais de metade do seu território inserido no Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG), reserva mundial da biosfera".

Defendeu ainda "a instalação, no concelho, de Pequenas e Médias Empresas (PME) como forma de criação de emprego qualificado, uma das lacunas mais sentidas em Ponte da Barca".

"Os jovens cada vez mais têm qualificação superior e não conseguem emprego no concelho", especificou o candidato da CDU.

A aposta nos produtos locais, na agricultura, na dinamização do comércio tradicional e no desporto são, entre outras, as propostas daquela candidatura.

Além da candidatura da CDU, concorrem à Câmara de Ponte da Barca nas eleições de 01 de outubro, Inocêncio Araújo pelo PS, Augusto Marinho pelo PSD e Luís Lacerda pelo CDS-PP.

Ler mais

Exclusivos