Artista suíça Marie José Burki inaugura hoje exposição na Gulbenkian

A artista suíça Marie José Burki vai apresentar obras em filme, fotografia e colagem a partir de hoje, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, naquela que será a sua primeira exposição em Portugal.

Intitulada "Às vezes sombra, às vezes luz", a exposição é inaugurada hoje, às 18:30, e abre ao público na sexta-feira, no Espaço Projeto e na Sala Polivalente do Museu Calouste Gulbenkian -- Coleção Moderna, incluindo um filme inédito criado especialmente para esta ocasião, de acordo com a entidade.

Autora de um trabalho poético e contemplativo, Marie José Burki, nascida em Bienne, na Suíça, em 1961, irá apresentar, nesta sua primeira exposição em Portugal, um conjunto de filmes, fotografias e de colagens.

"Em estruturas narrativas simples ou a partir da captação de momentos expressivos singulares, as obras de Marie José Burki centram-se em figuras anónimas e banais ou inspiradas em textos literários, que protagonizam uma suspensão no tempo e no espaço", descreve uma nota de imprensa da Gulbenkian.

Aponta o caso dos filmes "In der Nähe", em que a câmara "se detém sobre corpos ociosos, sentados ou deitados ou em que uma multidão é filmada durante a pausa de um concerto. Nada há para ver a não ser tédio, espaços sem coordenadas, atores sem hierarquia ou vida sem exaltação".

A exposição é uma adaptação de um projeto da artista realizado este ano para o Centre Régional de la Photographie - Nord Pas-de-Calais em Douchy les Mines, na França, e para o Kunsthaus Pasquart de Bienne, na Suíça.

Com curadoria de Leonor Nazaré, a exposição ficará patente até 20 de novembro na Coleção Moderna -- Espaço Projeto e Sala Polivalente.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

Pub
Pub