Ameaça de bomba na junta de freguesia de Benavente foi falso alarme - GNR

A ameaça de bomba na sede da Junta de Freguesia de Benavente, que foi evacuada ao princípio da tarde de hoje depois de uma chamada anónima, foi falso alarme, disse à Lusa fonte da GNR.

Fonte do Comando Territorial de Santarém da GNR afirmou que a equipa de deteção de engenhos explosivos enviada ao local não encontrou qualquer engenho no interior do edifício.

A presidente da Junta de Freguesia de Benavente, Inês Correia, disse à Lusa que, assim que a chamada foi recebida, a seguir à hora do almoço, os funcionários saíram de imediato do local e chamaram as autoridades, seguindo o protocolo existente para situações de emergência.

Militares da GNR criaram um perímetro de segurança em torno do edifício.

Inês Correia afirmou que nada de anormal antecedeu o telefonema, desconhecendo o que possa ter estado na sua origem.

A freguesia de Benavente localiza-se no concelho com o mesmo nome, no distrito de Santarém.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.