Aflitos Feirense e Aves em busca de pontos na I Liga

A 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol fica hoje completa com mais três desafios, nos quais o Feirense e o Desportivo das Aves tentarão amealhar pontos para escapar à zona de descida.

Os avenses, que partilham o último lugar com o Desportivo de Chaves, que perdeu 4-1 com o líder FC Porto, recebem às 15:00 o Vitória de Setúbal, que em caso de triunfo chegará ao nono lugar, se o Rio Ave não ganhar.

Os vila-condenses recebem às 20:00 o Feirense, que tem 13 pontos, apenas mais um do que a dupla do fundo da tabela.

Entre estes dois encontros, Boavista e Portimonense defrontam-se no Bessa às 17:30, em desafio mais 'urgente' para os 'axadrezados', que têm apenas mais três pontos do que o Feirense.

Face ao triunfo dos quatro da frente, o FC Porto lidera com 46 pontos, mais cinco do que o Benfica, seis do que o Sporting de Braga e oito do que o Sporting.

Programa e resultados da 18.ª jornada:

- Sexta-feira, 18 jan:

Nacional - Sporting de Braga, 0-3.

Desportivo de Chaves - FC Porto, 1-4.

Vitória de Guimarães - Benfica, 0-1.

- Sábado, 19 jan:

Belenenses - Tondela, 2-2.

Sporting - Moreirense, 2-1.

Santa Clara - Marítimo, 0-1.

- Domingo, 20 jan:

Desportivo das Aves - Vitória de Setúbal, 15:00.

Boavista - Portimonense, 17:30.

Rio Ave - Feirense, 20:00.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Patrícia Viegas

Espanha e os fantasmas da Guerra Civil

Em 2011, fazendo a cobertura das legislativas que deram ao PP de Mariano Rajoy uma maioria absoluta histórica, notei que quando perguntava a algumas pessoas do PP o que achavam do PSOE, e vice-versa, elas respondiam, referindo-se aos outros, não como socialistas ou populares, não como de esquerda ou de direita, mas como los rojos e los franquistas. E o ressentimento com que o diziam mostrava que havia algo mais em causa do que as questões quentes da atualidade (a crise económica e financeira estava no seu auge e a explosão da bolha imobiliária teve um impacto considerável). Uma questão de gerações mais velhas, com os fantasmas da Guerra Civil espanhola ainda presente, pensei.