Hotel em Ponte de Lima cria Mundo Encantado para a criança que há em cada hóspede

Ponte de Lima, Viana do Castelo, 14 dez - Várias "centenas" de bonecas e caixas de música, de diferentes épocas, vão dar vida ao "Mundo Encantado" que um hotel de luxo em Ponte de Lima vai criar, em janeiro, a pensar "na criança que há em cada hóspede".

"Este Mundo Encantado é para adultos que serão sempre crianças. No fundo, é um mundo para encantando a criança que há em todos nós", contou à Lusa Maria do Carmo, sócia-gerente do Carmo's Boutique, empreendimento situado na Gemieira, no concelho de Ponte de Lima, no Alto Minho.

Além das casas de bonecas, o novo espaço da unidade hoteleira "vai recriar o ambiente de uma escola antiga" e "um salão de chá, às cores e com uma grande coleção de caixas de música", que a proprietária foi adquirindo durante viagens pelo mundo.

Nos mais de 11 mil metros quadrados da quinta onde, em 2012, nasceu o projeto hoteleiro de Maria e Raquel do Carmo, mãe e filha, com a recuperação de um antigo solar minhoto, vai ser inaugurada, em maio, a terceira tenda de 'glamping', familiar, instalada nos jardins e vinhas de casta loureiro que integram o espaço.

"A tenda familiar, toda em madeira, vai ser instalada entre as árvores. Parte dela vai ficar suspensa e terá piscina privada. É uma tenda maior que as duas inauguradas no verão e que fazem parte da cadeia de 'small luxury hotels'. Esta terceira vem responder às solicitações dos hóspedes que querem trazer a família", explicou Maria do Carmo.

Além daqueles projetos, o hotel vai ainda vai construir "uma réplica da 'chata' do Lima, o barco que, antigamente, transportava pessoas e mercadorias ao longo do rio". O transporte dos hóspedes será assegurado por uma charrete, em construção na Golegã.

Estes projetos a concretizar em 2018 representam um investimento de mais 250 mil euros, para "continuar enriquecer" o conceito inicial do hotel que foi idealizado por Maria do Carmo para "recriar o ambiente familiar das pensões antigas".

A Oficina do Vinho, instalada na antiga adega da quinta, é a mais recente aposta do hotel, proporcionando aos hóspedes eventos gastronómicos e de degustação, harmonizados com os vinhos da casa, loureiro e vinhão. Na época das vindimas, os hóspede têm a oportunidade de participar na pisa da uva.

O investimento global no hotel, de mais de 3,2 milhões de euros, e financiado em 75% por fundos comunitários, tem nos turistas portugueses "muito bons clientes", seguidos dos americanos "que procuram natureza e luxo". Os turistas oriundos da Holanda, Suíça, Bélgica e França também procuram o espaço com vistas sobre a Serra D' Arga.

Este hotel de luxo dispõe de um total de 17 quartos, divididos entre suítes de luxo, quartos prestígio e tendas suíte. A unidade hoteleira emprega cerca duas dezenas de trabalhadores, maioritariamente, recrutados na região.

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.