Haitong Bank passa de prejuízos a lucro de 1,2 ME em 2018

O Haitong Bank (antigo BES Investimento) fechou 2018 com um lucro de 1,2 milhões de euros, recuperando de prejuízos de 130 milhões de euros no ano anterior, divulgou o banco em comunicado ao mercado.

Em comunicado divulgado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o banco explica que o resultado positivo - após quatro anos de perdas - inclui o montante de 13,2 milhões de euros de mais-valias apurada na venda das filiais no Reino Unido e nos Estados Unidos, numa altura em que está a preparar a venda da subsidiária na Irlanda haitong Investment.

Esta venda, refere o comunicado, deverá ocorrer dentro do grupo Haitong.

Em 2018, o produto bancário atingiu os 99 milhões de euros, mais 43% do que no mesmo período do ano passado, o que é justificado com o desempenho das atividades geradoras de comissões, sobretudo as áreas de negócio de mercados de capitais, fusões e aquisições e 'structured finance'.

Os custos foram de 78 milhões de euros em 2018, menos 38% do que o verificado em igual período do ano anterior, o que o Haitong Bank atribui ao plano de reestruturação que levou a cabo. O banco tinha 389 trabalhadores no final de dezembro, menos 73 do que no final do ano anterior.

"O negócio relacionado com a China, e em particular a prestação de serviços de assessoria financeira, deu um importante contributo para estes resultados", lê-se no comunicado ao mercado divulgado na sexta-feira à noite.

Neste contexto, o resultado operacional passou dos 57 milhões de euros negativos em 2017 para 21 milhões de euros, o que "traduz o significativo esforço de aumento das receitas, resultante da reformulação do modelo de negócio que assenta nos fluxos de negócio com a China e na 'performance' consistente dos mercados domésticos na Europa e no Brasil".

O banco registou provisões e imparidades no valor de 26 milhões de euros.

No comunicado, o Haitong Bank realça que em 2018 foram dados "passos importantes na implementação dos seus principais objetivos estratégicos: alavancar oportunidades resultantes da internacionalização da China".

O Grupo Haitong comprou em 2015 o ex-BES Investimento ao Novo Banco, para o qual passou em 2014 aquando da resolução do Banco Espírito Santo (BES).

A compra do ex-BESI foi a primeira aquisição do Haitong fora da China.

Exclusivos