Futebol: Portugal - Ucrânia (Declarações)

Declarações no final do jogo Portugal-Ucrânia (3-0), de preparação para a fase de apuramento do próximo Campeonato Europeu de futebol feminino, disputado hoej em Torres Novas:

Francisco Neto (selecionador de Portugal): "A grande diferença hoje foi a concretização. Provavelmente, até criámos mais oportunidades no primeiro jogo do que neste, mas hoje conseguimos acima de tudo concretizar. Fomos mais eficazes e conseguimos criar boas situações de finalização, com muitas jogadoras a aparecerem no último terço, com os 'timings' de entrada certos e as coisas aconteceram de forma natural.

Contabilizámos 14 situações de finalização no primeiro jogo, e uma equipa que cria isso está no bom caminho. Foi essa a confiança que lhes passámos, e hoje o resultado foram três, mas eu acredito que podiam ter sido mais.

Este ano restam-nos cinco jogos. Queremos continuar a ser competentes, a jogar com equipas acima de nós no 'ranking', continuar a crescer e depois encarar os jogos em setembro com tudo aquilo que formos preparando durante este tempo.

Estes jogos servem para perceber quem são as jogadoras com que podemos contar, o que é que elas nos poderão dar em diferentes momentos do jogo e em função do adversário e da nossa estratégia. Temos escolhido adversários diferentes, para nos criarem padrões de dificuldades diferentes, para depois podermos escolher as jogadoras e tentarmos ser competentes, como fomos em 2017, e atingir os nossos objetivos, que passam por tentar ir ao Europeu".

Vanessa Marques (jogadora de Portugal): "Sabíamos das dificuldades que íamos encontrar no dia de hoje, soubemos tornar as coisas fáceis e estamos de parabéns por isso. Uma vez mais, o coletivo sobressaiu e voltámos a provar que todas juntas somos mais fortes.

Não nos contentamos só com um empate, queremos sempre a vitória e trabalhamos arduamente para os nossos objetivos.

Acabámos estes jogos de preparação da melhor forma e agora vamos continuar a trabalhar para nos conseguirmos apurar. Todas as adversárias são difíceis, mas o importante é o nosso grupo e o nosso trabalho e isso está a ser fabuloso. Queremos continuar esse processo".

Exclusivos