Exposição em Matosinhos assinala 250.º aniversário da Imprensa Nacional

A Casa do Design de Matosinhos vai celebrar o 250.º aniversário da Imprensa Nacional com uma exposição, que começa quinta-feira e decorre até 03 de novembro, dedicada às tecnologias que ilustram a história da produção gráfica em Portugal.

Com inauguração marcada para quinta-feira, às 18:00, a exposição "Imprimere-Arte e Processo nos 250 Anos da Imprensa Nacional" reúne um vasto leque de máquinas, instrumentos e artefactos que "revolucionaram a produção do livro e a democratização do saber", lê-se no comunicado enviado pela autarquia.

A exposição, promovida pela Câmara Municipal de Matosinhos, pela ESAD-idea, Investigação em Design e Arte e pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda vai celebrar o 250.º aniversário da Fundação Impressão Régia e explorar os principais processos e práticas de artes gráficas referentes à produção do livro.

"'Imprimere-Arte e Processo nos 250 Anos da Imprensa Nacional' permite, assim, redescobrir as tecnologias que marcaram a execução do livro, num paralelismo com a história da Imprensa Nacional, que acompanhou e contribuiu ativamente para a evolução das artes gráficas em Portugal, da Impressão Régia à atualidade", indica o comunicado.

A mostra documental conta ainda com duas máquinas históricas em funcionamento e um espaço-oficina, onde o público poderá experimentar de forma didática algumas técnicas de impressão.

Segundo os curadores Rúben Dias e Sofia Meira, a exposição procura "recuperar o conhecimento passado outrora entre mestre e aprendiz, tanto numa perspetiva de redescoberta como de reinterpretação para o presente".

A presidente da Câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, escreveu no catálogo da exibição que a criação da imprensa deve ser "recordada como um momento histórico em que o Estado assumiu a responsabilidade de contribuir para a instrução dos seus cidadãos".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG