"Concerto Promenade" no terreiro do Palácio de Queluz encerra Festival de Sintra

Queluz, Sintra 27 mai (Lusa) - A Banda Sinfónica do Exército, sob a direção do maestro Artur Duarte Cardoso, encerra hoje, em Queluz, o 52.º Festival de Sintra, que abriu no passado dia 04, com uma homenagem à pianista Olga Prats.

O "Concerto Promenade", hoje, às 21:30, no terreiro do Queluz, é "um conceito de espetáculo desenvolvido pelo maestro inglês Sir Henry Wood (1869-1944), baseado na informalidade, uma vez que o público pode se 'promener' ['passsear'] durante o concerto", segundo nota do Festival.

O concerto conta com a participação do Coro Lisboa Cantat, sob a direção de Jorge Alves, do tenor Pedro Rodrigues, da soprano Carla Simões e do barítono Diogo Oliveira.

O programa incluirá peças dos reportórios de Chostakovitch, Rossini, Verdi e Tchaikovsky, entre outros.

O Festival abriu no passado dia 05, com uma homenagem à pianista Olga Prats, de 78 anos, no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, na qual participaram, entre outros, o pianista Artur Pizarro.

O cartaz do Festival, sob direção artística do pianista Adriano Jordão, incluiu nomes como Wim Mertens, Mário Laginha, Vladimir Viardo, Anna Malikova, Richard Galliano e o quarteto de cordas Hugo Wolf Quartet.

O certame contou ainda com o ciclo "Sons da Rua", que promoveu concertos nas ruas, praças e jardins do município de Sintra, nomeadamente com as bandas filarmónicas Os Aliados e a de S. Bento de Massamá.

O Festival de Sintra é um dos festivais mais antigos do país. Em edições anteriores também contemplou a dança.

Exclusivos