Bolsa de Lisboa em alta com Galp Energia e BCP a liderarem ganhos

Lisboa, 27 mai 2019 (Lusa) -- A bolsa de Lisboa estava hoje em alta, com as ações da Galp Energia e do BCP a liderarem os ganhos, a subirem 1,11% para 14,15 euros e 0,99% para 0,26 euros, respetivamente.

Cerca das 09:15 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, subia 0,61% para 5.128,26 pontos, com 13 'papéis' a subirem, dois a descerem e três inalterados (Sonae Capital, Semapa e Pharol).

Além dos títulos da Galp Energia e do BCP, os da Mota-Engil, Sonae SGPS e CTT eram outros dos que mais avançavam, estando a subir 0,85% para 2,12 euros, 0,83% para 0,91 euros e 0,53% para 2,28 euros.

Em sentido inverso, as ações da Ramada Investimentos e da EDP Renováveis eram as únicas que desciam, designadamente 0,52% para 7,62 euros e 0,23% para 8,75 euros.

Na Europa, as principais bolsas estavam hoje em alta, a reagirem positivamente às eleições europeias.

As bolsas de Londres e de Nova Iorque estão hoje fechadas devido, respetivamente, à celebração do Spring Bank Holiday no Reino Unido e do Memorial Day nos Estados Unidos.

Em relação às eleições europeias, analistas citados pela Efe referem que o euro reagiu em alta e os mercados com leves subidas depois dos partidos europeus se terem mantido à frente da União Europeia.

Os analistas explicaram que as eleições contaram com uma elevada participação geral e que "tudo indica que os partidos populistas, eurocéticos e radicais não teriam alcançado o mínimo de bloqueio".

Entretanto, os mercados continuam pendentes dos novos desenvolvimentos relativos à guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, depois do Presidente norte-americano ter afirmado que "provavelmente" haja anúncios em agosto sobre as negociações entre os dois países.

"Acredito que iremos anunciar algumas coisas importantes provavelmente em agosto, que serão boas para os dois países", disse Trump.

Na Europa, os mercados também estão pendentes da evolução política no Reino Unido, depois da demissão da primeira-ministra britânica, a conservadora Theresa May, na sexta-feira e do 'pior' resultado de sempre do Partido Conservador da primeira-ministra, Theresa May, nas eleições europeias.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em alta na sexta-feira, com o Dow Jones a subir 0,37% para 25.585,69 pontos, depois de ter atingido 26.828,39 pontos em 03 de outubro de 2018, atual máximo desde que foi criado, em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 0,11% para 7.637,01 pontos, contra o atual máximo de sempre, de 8.164,00 pontos, verificado em 06 de maio.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1209 dólares, contra 1,1204 euros na sexta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em julho abriu hoje em baixa ligeira, a cotar-se a 68,60 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,03% do que na sessão anterior.

O barril de petróleo Brent esteve acima dos 85 dólares no início de outubro.

Exclusivos