Autárquicas: PS quer aprendizagem de mais línguas estrangeiras no 1.º ciclo em Coimbra

O recandidato à Câmara de Coimbra pelo PS, Manuel Machado, propôs hoje a criação de um plano de desenvolvimento linguístico que permita a todas as crianças do 1.º ciclo aprenderem uma outra língua estrangeira, além do inglês.

O atual presidente da Câmara e recandidato pelo PS afirmou hoje, na Escola Básica de Almedina, que pretende desenvolver um plano "para todas as escolas públicas" de 1.º ciclo para garantir a oferta extracurricular de aprendizagem de uma de quatro línguas estrangeiras, para além do inglês: castelhano, mandarim, francês ou alemão.

Manuel Machado considerou que esta iniciativa permite que "a capacitação das pessoas" comece "o mais cedo possível, com o objetivo de elas poderem escolher aprender e prepararem-se para o trabalho à escala global".

"As capacitações linguísticas são fundamentais", frisou, referindo que o projeto, que quer que arranque no ano letivo de 2018/2019, deverá ter docentes assegurados através de protocolos de colaboração a assinar com a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e com a Escola Superior de Educação de Coimbra.

Sobre o facto de os docentes da FLUC e da ESEC poderem não ter formação específica para dar aulas a crianças do 1.º ciclo, o recandidato considerou que "não haverá problema - é o mais natural do mundo".

Questionado pela agência Lusa sobre a possibilidade de não ser assegurada continuidade da aprendizagem da língua estrangeira no 2.º e 3.º ciclo, Manuel Machado recordou que está em negociações "um conjunto importante de medidas" a nível da descentralização na área da educação.

"Admitindo que tudo isso corre bem, temos condições de prolongar" o projeto, notou.

Durante a visita à Escola Básica de Almedina, Manuel Machado falou também com docentes do agrupamento.

A coordenadora do estabelecimento, Conceição Silva, deixou o recado de que a caldeira "está estragada" e que "tem de ser mesmo substituída" e a docente Fernanda Bacalhau pediu dois centros escolares.

"Falta um centro escolar para a zona de Silva Gaio, para deixarmos de ter turmas com dois anos de escolaridade, e falta para o lado de São Silvestre", onde acontece o mesmo, disse.

Nas eleições autárquicas de 01 de outubro, são candidatos à Câmara de Coimbra o atual presidente da Câmara, Manuel Machado (PS), Francisco Queirós (CDU), Jorge Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Vítor Ramalho (PNR), Jaime Ramos (PSD/CDS-PP/PPM/MPT), José Manuel Silva (Somos Coimbra) e Vítor Marques (PAN).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG