Antigo bastonário da Ordem dos Farmacêuticos Carlos da Silveira morreu aos 95 anos

O antigo bastonário da Ordem dos Farmacêuticos e investigador Carlos Costa da Silveira morreu no sábado, aos 95 anos, em Cascais, anunciou hoje à agência Lusa a família.

O velório decorrerá a partir das 18:00 de hoje no Centro Funerário de Cascais (Alcabideche) e o enterro realiza-se na segunda-feira às 11:00 no Cemitério do Estoril, adianta a família numa nota enviada à Lusa.

Carlos Costa da Silveira concluiu a Licenciatura na Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto em 1945, tendo-se doutorado nessa mesma Faculdade em 1966.

Aos 24 anos ingressou na Marinha de Guerra Portuguesa como farmacêutico, tendo permanecido em serviço ativo durante 43 anos e ocupado o cargo de subdiretor do serviço de saúde naval.

Foi investigador e Professor Catedrático da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa e, entre 1989 e 1995, bastonário da Ordem dos Farmacêuticos. Esteve ligado ao Ministério da Saúde entre 1961 e 1974.

Interveio na génese da Comissão Técnica de Novos Medicamentos, na implementação de farmácias hospitalares, na criação da Ordem dos Farmacêuticos, do Centro de Metabolismo e Genética da Universidade de Lisboa, bem como do Laboratório de Análises Fármaco-Toxicológicas da Marinha.

O investigador foi galardoado pela Direção-Geral da Saúde com o Prémio Nacional de Saúde 2010 e, em 2012, recebeu a Medalha de Ouro da Ordem dos Farmacêuticos.

Exclusivos