Acusado de tráfico de cocaína da Argentina para a Rússia foi preso na Alemanha

O presumível responsável pelo tráfico de cocaína da Argentina para a Rússia usando uma dependência da embaixada russa na Argentina, Andrei Kovalchuk, foi detido na Alemanha, anunciou hoje a polícia germânica.

Andrei Kovalchuk, de 49 anos, foi preso em Scharmutzelsee, Brandemburgo, uma cidade perto de Berlim, cumprido um mandado de prisão emitido pelas autoridades russas, anunciou o Ministério Público e as autoridades policiais de Berlim.

O homem é acusado de ter constituído "uma organização criminosa com vista ao tráfico de cocaína da Argentina para a Rússia", segundo as autoridades alemãs, e terá armazenado quase 400 quilos de cocaína em 16 malas numa escola russa localizada num prédio anexo à embaixada da Rússia em Buenos Aires.

Exclusivos