Exclusivo Venda do quarteirão inglês deixou Lisbon Players sem teto

Companhia teatral de língua inglesa perdeu a sede que ocupava há 70 anos, o Estrela Hall, e continua sem solução à vista.

Dizem que Macbeth é uma peça amaldiçoada - foi com ela que os Lisbon Players se despediram, em 2019, da sede que ocupavam desde 1947. Passado mais de um ano, continuam sem teto para atuar. Mas esta é uma história sem bruxas nem profecias, só uma realidade bastante prosaica: a companhia teatral teve de deixar o Estrela Hall, o edifício onde esteve durante mais de 70 anos, na sequência da venda do chamado quarteirão inglês a um investidor privado. Os edifícios do quarteirão vão agora ser transformados num condomínio privado. Sem espaço para a companhia.

Stephen Bull e Jamie Darke, membros da associação teatral, contam ao DN que a solução que se desenhou por altura da venda dos edifícios (em 2016) e que passava pela disponibilização de um espaço alternativo - ou no próprio quarteirão inglês ou numa localização próxima - nunca se concretizou. Fechada essa porta, ainda em 2019 começaram as conversas com a Câmara de Lisboa no sentido de encontrar outro local para sediar o grupo. Até agora sem respostas concretas. Chegou a ser ponderada a hipótese de uma igreja desativada no bairro da Graça, mas ambos argumentam que os custos de readaptação do edifício para teatro seriam incomportáveis.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG