Timor-Leste: José Ramos-Horta vence em Portugal, elevada abstenção

Em termos globais, 10 horas depois do fecho das urnas em Timor-Leste e com 12,67% dos votos contados, José Ramos-Horta liderava a contagem com 44,51%.

O ex-Presidente da República José Ramos-Horta foi este sábado o candidato mais votado entre os 16 concorrentes na votação que se realizou entre a comunidade timorense residente em Portugal, segundo dados finais provisórios.

Os dados finais mostram que Ramos-Horta obteve, no total dos dois centros de votação, em Lisboa e no Porto, 125 votos ou 39,43%, à frente de Francisco Guterres Lú-Olo, que obteve 93 votos (29,34%), de Milena Pires, que conseguiu 58 votos (18,30%) e de Mariano Assanami Sabino com 10 votos (3,15%).

A abstenção, entre os 856 eleitores recenseados nos dois centros, foi de 62,97%, a mais baixa das votações já apuradas na diáspora, que incluem a Austrália e a Coreia do Sul.

José Ramos-Horta já tinha sido o mais votado também na Austrália e na Coreia do Sul, faltando ainda conhecer-se os resultados das votações na Irlanda, onde estavam recenseados 1.290 eleitores e da Inglaterra, onde estavam registados 2.203.

Em termos globais, 10 horas depois do fecho das urnas em Timor-Leste e com 12,67% dos votos contados, José Ramos-Horta liderava a contagem com 44,51%.

Francisco Guterres Lú-Olo, atual chefe de Estado, é segundo com 24,72%, seguindo-se Armanda Berta dos Santos com 10,35%, Mariano Assanami Sabino com 6,7% e Lere Anan Timur com 6,4%.

Os restantes 11 candidatos têm todos menos de 1,5% cada.

O resultado final poderá ser conhecido na tarde de domingo, hora local, menos nove horas em Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG