Puigdemont em liberdade mas não pode sair da Sardenha

Juiz italiano decretou a libertação do antigo presidente do governo regional da Catalunha, mas Carles Puigdemont não pode sair da Sardenha. Vai ser ouvido em tribunal no sábado.

O antigo presidente do governo regional da Catalunha fica em liberdade, decretou esta sexta-feira o tribunal de Sassari, na Sardenha. Carles Puigdemont, ​​​​​que foi ontem detido em Itália, não pode, no entanto, sair da ilha italiana durante as próximas duas semanas

Puigdemont vai ser este sábado ouvido pelo tribunal de Sassari, segundo avança o jornal El Mundo, que cita fontes judiciais.

O eurodeputado e ex-presidente da Generalitat, exilado na Bélgica desde 2017, foi esta quinta-feira detido no aeroporto de Alghero, no âmbito de um mandado de captura emitido em outubro de 2019.

As autoridades judiciárias italianas executaram o mandado de detenção europeu porque o ex-presidente da Catalunha já não goza de imunidade parlamentar como deputado do Parlamento Europeu desde 30 de julho passado, quando a Justiça Europeia lho retirou.

Puigdemont estava a viver na Bélgica desde o referendo para a independência da região catalã, considerado ilegal pela lei espanhola, que mais tarde o acusou e condenou de sedição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG