Papa Francisco será submetido a uma infiltração no joelho para aliviar dores

Problemas do joelho já o obrigaram a cancelar reuniões. "Tenho um ligamento rompido. Estou assim há muito tempo, não consigo andar", revelou.

O papa Francisco será submetido a "uma infiltração" no joelho para aliviar as dores que sente e que o obrigou a cancelar várias reuniões programadas, anunciou o pontífice durante uma entrevista com o jornal italiano Il Corriere della Sera publicada nesta terça-feira.

"Tenho um ligamento rompido, vão ter que intervir com infiltrações. Estou assim há muito tempo, não consigo andar", disse o Papa Francisco, de 85 anos.

Consultadas pela AFP, fontes do Vaticano especificaram que o papa argentino sofre de osteoartrite no joelho direito, que afetou um ligamento, mas que não será operado.

A infiltração no joelho é um procedimento que consiste em injetar diretamente na articulação alguns medicamentos com efeitos anti-inflamatório, analgésico ou regenerativo.

O papa, que em março iniciou o seu décimo ano de pontificado, pediu desculpas nas últimas semanas aos fiéis nas audiências por dar a bênção "sentado", devido aos seus problemas no joelho direito que o impedem de ficar em pé por muito tempo.

Francisco também tem problemas crónicos de ciática, que costumam causar fortes dores, e foi submetido a uma delicada operação no cólon em julho de 2021.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG