Nova "grande erupção" sentida em vulcão submarino em Tonga

O vulcão submarino Hunga-Tonga-Hunga-Ha'apai entrou em erupção na sexta-feira, provocando um tsunami que afetou o Pacífico, do Japão ao Peru e aos EUA.

Uma nova "grande erupção" foi detetada num vulcão em Tonga, no oceano Pacífico, a norte da Nova Zelândia, revelou o Centro Australiano de Observação de Cinzas Vulcânicas.

Segundo este centro de monitorização, a mais recente erupção do vulcão foi registada às 22:10 (hora de Lisboa) de segunda-feira.

A informação é corroborada pelo Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico, que revelou ter registado "grandes ondas" na região, presumivelmente relacionadas com a atividade do vulcão no Pacífico sul.

O vulcão submarino Hunga-Tonga-Hunga-Ha'apai entrou em erupção na sexta-feira, provocando um tsunami que afetou o Pacífico, do Japão ao Peru e aos Estados Unidos da América.

"O tsunami teve um enorme impacto no litoral norte de Nuku'alofa", a capital de Tonga, mas não há registo de vítimas no arquipélago, afirmou no domingo a primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern.

À BBC, a Federação Internacional de Cruz Vermelha e Crescente Vermelho calcula que pelo menos 80 000 pessoas tenham sido afetadas no arquipélago.

A atmosfera na região está coberta de cinza vulcânica, foram registados cortes de energia e falhas nas comunicações, pelo que a Nova Zelândia anunciou o envio de uma avião para avaliar os estragos.

O impacto da erupção e do tsunami fizeram-se sentir a nível global, com diferentes escalas de intensidade.

De acordo com a agência AFP, no Peru, duas mulheres morreram numa praia, por causa de "ondas anormais" provocadas pelo vulcão, a mais de 10.000 quilómetros.

No domingo, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera revelou que o tsunami provocou em Portugal alterações no nível do mar nos Açores, na Madeira e na zona de Peniche.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG