Naufrágio de ferry boat faz pelo menos 24 mortos no Bangladesh

A maioria das vítimas mortais são mulheres e crianças. Ainda há, pelo menos, 25 desaparecidos. Os peregrinos estavam a caminho de um templo centenário, quando a embarcação virou de repente.

Pelo menos 24 pessoas morreram e pelo menos 25 estão desaparecidas, depois de um ferry boat com peregrinos hindus naufragar num rio do Bangladesh.

"Bombeiros e mergulhadores estão a procurar mais corpos", disse o polícia local Shafiqul Islam à AFP, acrescentando que, até o momento, foram confirmadas 24 mortes, mulheres e crianças na sua maioria. Segundo a polícia, quase 50 peregrinos hindus estavam no barco.

Os peregrinos estavam a caminho de um templo centenário, quando a embarcação virou de repente e afundou-se no meio do rio Karotoa, perto da cidade de Boda, no norte de Bangladesh.

Um polícia disse que pelo menos 25 pessoas continuam desaparecidas. A imprensa local informou, por sua vez, que pelo menos dez pessoas foram resgatadas e levadas para o hospital.

Imagens gravadas com um telemóvel e transmitidas pelo Canal 24 de televisão mostraram como a embarcação, lotada, virou repentinamente, atirando os passageiros ao rio de cor castanha. Dezenas de pessoas que observavam da margem, a cerca de 20 metros de distância, começaram a gritar.

O tempo estava bom no momento da tragédia.

Milhares de hindus de Bangladesh, de maioria muçulmana, visitam o templo Bodeshwari todos os anos. Este domingo, começou o Durga Puja, o maior festival hindu do país - e também do leste da Índia - que atrai multidões ao templo.

Tragédias de embarcações causadas por má manutenção e sobrelotação de passageiros são comuns no país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG