Japão diz que Coreia do Norte disparou mísseis balísticos

Terão sido lançados dois projéteis. Segundo fontes do governo japonês, terão terminado o percurso fora da zona económica do Japão.

A Coreia do Norte disparou este sábado o que parecem ser mísseis balísticos, disse a Guarda Costeira japonesa, citando o Ministério da Defesa.

De acordo com a emissora estatal NHK, porém, que refere "múltiplas fontes dentro do governo", os projéteis parecem ter terminado o seu percurso fora da zona económica exclusiva do Japão.

"O que parece ser um míssil balístico foi lançado da Coreia do Norte", disse a guarda costeira em comunicado divulgado às 06.47 (22.47).

Num segundo comunicado de imprensa, emitido às 07.01 (hora local), a Guarda Costeira japonesa anunciou que outro míssil balístico tinha sido disparado.

A Coreia do Norte realizou um número recorde de testes de armas este ano, incluindo com mísseis balísticos. Se confirmado, este seria o quarto lançamento deste tipo numa semana.

Pyongyang disparou dois mísseis balísticos de curto alcance na quinta-feira, de acordo com militares sul-coreanos, horas depois de a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, ter deixado a Coreia do Sul. Durante a sua visita àquele país, Harris deslocou-se à fronteira fortemente militarizada com a Coreia do Norte, como parte de uma viagem para reforçar os compromissos de defesa entre Washington e Seul.

Os Estados Unidos têm cerca de 28.500 militares na Coreia do Sul para ajudar este país a enfrentar a ameaça de um ataque do seu vizinho do norte.

Seul anunciou na quinta-feira a sua participação em manobras antissubmarino com o Japão e os Estados Unidos, pela primeira vez desde 2017.

Autoridades sul-coreanas disseram esta semana que tinham indicações de que Pyongyang poderia estar a preparar o lançamento de míssil balístico a partir de um submarino.

Autoridades sul-coreanas e norte-americanas também alertam há meses para a preparação da realização de outro teste nuclear, pela Coreia do Norte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG