Gripe das aves força abate de 80.000 galinhas na República Checa

80 mil galinhas vão ser abatidas devido a um surto de gripe das aves na quinta Libotenice, a cerca de 45 quilómetros a norte de Praga.

Cerca de 80.000 galinhas devem ser abatidas esta terça-feira na República Checa devido à gripe das aves, enquanto um primeiro surto foi detetado na Eslovénia, com o vírus a circular ativamente na Europa através das aves migratórias.

Na República Checa, os veterinários devem abater hoje cerca de 80.000 galinhas infetadas com o vírus na quinta Libotenice, cerca de 45 quilómetros a norte de Praga.

Desde o final da semana passada, mais de 100.000 galinhas morreram nessa quinta, que tinha 188.000 aves antes do Natal.

"O abate de galinhas está em curso. Os números mostram que esta estirpe, o altamente patogénico H5N1, é muito agressivo e mata especialmente galinhas rapidamente e em grande escala", afirmou o porta-voz da administração veterinária nacional, Petr Majer, à agência France-Presse.

Os veterinários terão também de destruir mais de um milhão de ovos da exploração, acrescentou.

A República Checa registou 48 surtos de gripe das aves este ano, um recorde ao longo de um ano civil.

Noutras partes da Europa, uma pequena quinta no nordeste da Eslovénia foi hoje colocada em quarentena após a deteção do primeiro caso de gripe das aves, segundo as autoridades eslovenas, que sublinharam que este foi o primeiro caso da doença H5N1 este ano.

Testes foram encomendados na sequência do aumento da mortalidade das aves de capoeira numa quinta perto de Slevenska Bistrica, cerca de 100 quilómetros a nordeste da capital Liubliana.

"Foram tomadas medidas na exploração infetada e nos seus arredores", indicaram as autoridades

Também a França detetou recentemente surtos de gripe aviária no sudoeste do país, enquanto o Reino Unido disse no início do mês ter abatido cerca de meio milhão de aves este ano, no maior surto de sempre.

A Bélgica e os Países Baixos também impuseram medidas de contenção de aves de capoeira nos últimos meses, após a deteção de surtos.

Em Portugal, foi detetado um novo foco de gripe das aves numa exploração caseira de perus, em Óbidos, distrito de Leiria, tendo sido ativado o plano de contingência.

Em comunicado, a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) indicou que "foi confirmado um novo foco de gripe aviária de alta patogenicidade (GAAP) pelo Instituto Nacional de Investigação Agrária, em exploração de perus, em Óbidos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG