Dois caças russos "suspeitos" de terem violado espaço aéreo finlandês

Autoridades afirmam que dois MiG-31 russos podem ter violado o espaço aéreo da Finlândia, país que está em processo de adesão à NATO.

Dois caças russos são suspeitos de terem violado o espaço aéreo finlandês esta quinta-feira, informou o Ministério da Defesa do país que, juntamente com a Suécia está em processo de adesão à NATO.

"Dois caças russos MiG-31 são suspeitos de violar o espaço aéreo finlandês no Golfo da Finlândia, ao largo de Porvoo", disse o ministério em comunicado.

A violação do espaço aéreo finlandês terá ocorrido às 09:40 (07:40 em Portugal) e durou cerca de dois minutos, período durante o qual combatentes voaram para oeste num percurso de cerca de um quilómetro, disse um porta-voz do Ministério da Defesa à AFP.

Com 1.300 quilómetros de fronteira partilhada com a Rússia, a Finlândia optou pela decisão histórica de avançar com o pedido de adesão à Aliança Atlântica, em resposta à invasão da Ucrânia pelas forças de Moscovo, a 24 de fevereiro, marcando o fim da tradicional posição de neutralidade do país.

O Serviço de Segurança Interna finlandês (SUPO) alertou em maio que "a Rússia tinha vontade" de influenciar o processo de candidatura da Finlândia à NATO e que "são esperadas várias tentativas" para atingir este objetivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG